Diálogo das forças progressistas contra o palanque do atraso

Os figurões que lotearam o governo Temer para arrancar direitos dos trabalhadores agora se apresentam como uma “alternativa” ao governo fraco e publicitário de Paulo Câmara. Mas o que vimos em Caruaru esta semana é o palanque do atraso. As forças progressistas do Estado precisam construir uma alternativa política que não deixe os pernambucanos reféns da polarização entre um projeto ruim e outro péssimo.

Por isso é necessário que as forças de esquerda dialoguem para criar pontos de contato e de unidade programática na defesa dos interesses populares.

Confira pronunciamento de Edilson no Plenário da Alepe.

Compartilhe

Comentário