Edilson identifica condições precárias no alojamento de Policiais Militares em Caruaru

Em Caruaru nem tudo é motivo de festa. O forró está tocando mas nem todos estão se divertindo nas horas livres. Estivemos ontem fazendo uma blitz da Comissão de Direitos Humanos da Alepe no alojamento dos policiais militares que estão fazendo o reforço na segurança pública do São João da cidade. Constatamos condições inadequadas de trabalho. Alojamento num galpão, sem privacidade, aberto a todas as poluições de um bairro que concentra indústrias.

– Banheiros improvisados.
– Policiais doentes (Gastando com remédios de seus próprios recursos por conta da insalubridade do local).
– Sair do local custa caro e ao mesmo tempo não há jogos, internet, livros no local para os policias em tempo livre.
– Há queixas da qualidade da alimentação e dos horários em que são servidas.

O pior ainda está por vir.

Ao mesmo tempo, os policiais estão por receber apenas as diárias referentes às horas que estão na rua trabalhando, sendo que estão 24 horas por dia disponíveis para o Estado, confinados num alojamento insalubre. E o pior que até a presente data não receberam sequer essas magras diárias.

Os responsáveis pela segurança da população numa de nossas maiores festas populares, não podem trabalhar sob a pressão de multidões, administrando conflitos e combatendo a criminalidade, e ao mesmo tempo estarem sob forte estresse exatamente nos seus momentos de repouso.

Como membro Presidente da Comissão de Cidadania e Direitos Humanos da Assembleia Legislativa, vamos cobrar das autoridades, do Comando da PM e da Secretaria de Defesa Social, da Prefeitura de Caruaru, as devidas explicações.

Devolvê-los às ruas, sem repouso, estressados, atenta contra a dignidade desses profissionais e coloca em risco o objetivo pétreo do seu trabalho: garantir a segurança da população. Os altíssimos cachês pagos com dinheiro público para artistas que estão se apresentando nesta festa mostra-nos que é possível tratar com dignidade os policiais que estão ali para garantir a segurança de todos.

Direitos Humanos é, e tem que ser, pra todos. Sempre.

Assista vídeo feito por Edilson dentro do alojamento.

Compartilhe

Comentário