Edilson identifica falhas no sistema de marcação de consultas médicas (vídeo)

Nos últimos meses, a Comissão de Cidadania e Direitos Humanos vem apurando indícios de irregularidade na marcação de consultas no Hospital Barão de Lucena. Através de uma pesquisa amostral, a Comissão identificou um número de consultas pagas muito superior ao de marcações em ao menos uma especialidade, no ano de 2015.

“Podemos estar diante de uma prática de pessoas que se beneficiam dessas marcações”, pontuou Edilson. Ainda há indícios de que esse “modus operandi de fura-fila” também aconteça em outros centros de saúde, como os hospitais Otávio de Freitas e Restauração.

Esse caso será discutido em Audiência Pública Extraordinária onde serão convidados representantes da Secretaria Estadual de Saúde (SES), da direção do Barão de Lucena, dos Conselhos das Unidades de Saúde, do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e do Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe). Não podemos deixar nosso sistema de saúde ser vítima deste tipo de manipulação.

Assista pronunciamento de Edilson no vídeo abaixo:

Compartilhe

Comentário