Edilson publica a lista de homicídios que o Governo parou de divulgar

governo-esconde-homicidios

Em fevereiro deste ano, a Secretaria de Defesa Social do Governo de Pernambuco parou de divulgar, depois de 10 anos, a lista diária de homicídios que acontecem no estado. A mudança de metodologia de contabilidade de homicídios foi alvo de muitas críticas, principalmente por instituições da sociedade civil, a imprensa e o Sindicato de Policiais Civis (SINPOL).

A medida é considerada uma forma de o Governo esconder os números reais de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI). Pernambuco já registrou, só entre janeiro e abril, um total de 2.037 homicídios, o maior índice desde o início do Programa Pacto Pela Vida. A mudança na metodologia é interpretada como uma maneira de Paulo Câmara controlar a agenda negativa que tomou conta de sua gestão, sobretudo na área da Segurança Pública. Leia mais sobre o assunto no blog Ronda JC clicando aqui.

Para dar transparência a esses dados e fazer uma tarefa que o Governo deixou de fazer, o deputado Edilson Silva (PSOL) entrou com um Pedido de Informação para ter acesso e dar publicidade aos números. A resposta chegou e agora os dados completos já podem ser novamente consultados por toda a sociedade.

Para ter acesso ao documento em PDF, basta CLICAR AQUI.

As informações são públicas e qualquer pessoa pode pedir. Mas para facilitar esse processo, o mandato de Edilson vai realizar periodicamente essa ponte entre os dados e a Secretaria de Defesa Social, para torná-los públicos. É uma forma de mostrar aquilo que o Governo tenta esconder e colaborar com o trabalho da sociedade civil e da imprensa.

ANÁLISE:

Crimes Violentos Letais Intencionais em Pernambuco
Fonte: GACE/SDS

Resumo da situação em 2017
• 2037 casos em quatro meses
• Uma média de 509 casos a cada mês
• 17 casos por dia
• Um homicídio a cada 1 hora e 25 minutos
• Se não houver redução, chegamos em dezembro com 6108 casos = taxa de 65,8/100 mil habitantes
• Essa taxa é maior do que a taxa de Alagoas, estado que lidera o ranking nacional, com 63 casos para cada grupo de 100 mil habitantes
• Em 2015, a taxa de Pernambuco era 41,6/100 mil

Se os bons resultados obtidos nos sete primeiros anos do Pacto pela Vida estivessem mantidos (média de 6,21% de redução anual nos CVLI), teríamos motivos para comemorar essa data. Se essa média fosse mantida, teríamos em 2016 uma redução total de 47,71% nos homicídios, em comparação com o início do período.

2007
• 4592 casos
2016
• Com metas do PPV alcançadas: 2401 casos
• Com PPV desmantelado: 4479 casos

Compartilhe

Comentário